Juíza de Palotina fala sobre direitos e deveres para alunos do projeto Semeando Cidadania

12 Set 2018

O conhecido dito popular: “o seu direito acaba onde começa o dos outros”, envolve bom senso, ética e valores morais e, também, direitos e deveres assegurados em Lei. Este foi um dos assuntos tratados no encontro desta tarde (dia 12) com os alunos do 6° ano do colégio estadual Santo Agostinho.

A palestra faz parte do projeto Semeando Cidadania e foi ministrada pela juíza de direito da Vara Criminal, Maria Tereza Thomaz. Além dos direitos e deveres, a juíza enfatizou o Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA). Abordou ainda o polêmico e preocupante bullying e o respeito pelas diferenças.

Nesta sexta etapa do projeto, a atividade contou com a participação de representantes da Uespar Facitec: da diretora acadêmica, Lacy Maria Riedi e das professoras Eliane Maria Cabral Beck e Ediana Noatto Beladelli; da advogada representante da OAB Subseção Palotina, Fabiula Maroso; da diretora do colégio Santo Agostinho, Adiles Demarco Bortolozzo e da professora Márcia Testa.

Projeto Semeando Cidadania

O projeto “Semeando Cidadania” é disponibilizado para os alunos do 6° ano do colégio Santo Agostinho. A ideia surgiu entre professores da Uespar Facitec, que têm como objetivo resgatar e vivenciar a cidadania, os valores morais e culturais que parecem adormecidos ou esquecidos em prol de uma modernidade sem limites, materialista, que tira da criança, do jovem o direito de sonhar, ter esperança e acreditar em uma perspectiva de vida, onde haja uma convivência pacífica e harmoniosa, começando pela relação família, comunidade e escola.

Em parceria com a OAB Subseção de Palotina e Colégio Estadual Santo Agostinho, as professoras Lacy Maria Riedi, Eliane Maria Cabral Beck, Ediana Maria Noatto Beladelli e Daiane Acco Rossarola Becker estão conduzindo atividades com a turma, que iniciou no mês de maio e encerram em novembro.

 


Notícias Relacionadas

 

Ver todas as notícias relacioandas
TOP