PEDAGOGIA | LICENCIATURA | NOTURNO | 4 ANOS

18 Mar 2019

O curso de Licenciatura em PEDAGOGIA propõe formar  um educador preparado no desenvolvimento do aluno, desde a criança, na idade mais tenra, na educação infantil, até o adulto. O profissional pedagogo é aquele que entende o processo do desenvolvimento infantil  e é capaz de receber a criança quando esta inicia sua etapa na vida escolar. Pode atuar em todas as etapas da educação, desde o berçário até os cursos de pós-graduação. O Profissional da área da pedagogia também atua nos Núcleos de Educação para Jovens e Adultos. Além da formação em Pedagogia, há uma preocupação em desenvolver competências de gestão, planejamento e inter-relação entre todos os segmentos das escolas públicas e privadas, ou seja, um profissional que irá participar da gestão das instituições contribuindo para elaboração, implementação, coordenação, acompanhamento e avaliação do projeto pedagógico.

 

INFORMAÇÕES SOBRE O CURSO


Duração: 4 anos
Carga Horária
Carga Horária Total do Curso: 
Subtotal da Carga Horária do Curso: 3.224 horas
Atividades Complementares: 200 horas
Trabalho de Conclusão de Curso e Estágio Supervisionado: 800 horas
 

PERFIL DO EGRESSO

 

O perfil do egresso segue as competências definidas pelas diretrizes curriculares nacionais para o Curso de Graduação em Pedagogia, CNE/CP 01/2006, na qual o egresso do curso de Pedagogia deverá estar apto a:

a) Atuar com ética e compromisso com vistas à construção de uma sociedade justa, equânime, igualitária;

b) compreender, cuidar e educar crianças de zero a cinco anos, de forma a contribuir, para o seu desenvolvimento nas dimensões, entre outras, física, psicológica, intelectual, social;

c) fortalecer o desenvolvimento e as aprendizagens de crianças do Ensino Fundamental, assim como daqueles que não tiveram oportunidade de escolarização

na idade própria;

d) trabalhar, em espaços escolares e não-escolares, na promoção da aprendizagem

de sujeitos em diferentes fases do desenvolvimento humano, em diversos níveis

e modalidades do processo educativo;

e) reconhecer e respeitar as manifestações e necessidades físicas, cognitivas, emocionais, afetivas dos educandos nas suas relações individuais e coletivas;

f) ensinar Língua Portuguesa, Matemática, Ciências, História, Geografia, Artes, Educação Física, de forma interdisciplinar e adequada às diferentes fases do desenvolvimento humano;

g) relacionar as linguagens dos meios de comunicação à educação, nos processos

didático-pedagógicos, demonstrando domínio das tecnologias de informação e comunicação adequadas ao desenvolvimento de aprendizagens significativas;

h) promover e facilitar relações de cooperação entre a instituição educativa, a família e a comunidade;

i) identificar problemas socioculturais e educacionais com postura investigativa, integrativa e propositiva em face de realidades complexas, com vistas a contribuir para superação de exclusões sociais, étnico-raciais, econômicas, culturais, religiosas, políticas e outras;

j) demonstrar consciência da diversidade, respeitando as diferenças de natureza ambiental-ecológica, étnico-racial, de gêneros, faixas geracionais, classes sociais, religiões, necessidades especiais, escolhas sexuais, entre outras;

l) desenvolver trabalho em equipe, estabelecendo diálogo entre a área educacional

e as demais áreas do conhecimento;

m) participar da gestão das instituições contribuindo para elaboração, implementação, coordenação, acompanhamento e avaliação do projeto pedagógico;

n) participar da gestão das instituições planejando, executando, acompanhando e avaliando projetos e programas educacionais, em ambientes escolares e não-escolares;

n) realizar pesquisas que proporcionem conhecimentos, entre outros: sobre alunos e alunas e a realidade sociocultural em que estes desenvolvem suas experiências não- escolares; sobre processos de ensinar e de aprender, em diferentes meios ambiental- ecológicos; sobre propostas curriculares; e sobre organização do trabalho educativo e práticas pedagógicas;

o) utilizar, com propriedade, instrumentos próprios para construção de conhecimentos pedagógicos e científicos;

p) estudar, aplicar criticamente as diretrizes curriculares e outras  determinações legais que lhe caiba implantar, executar, avaliar e encaminhar o resultado de sua avaliação às instâncias competentes.

 

MATRIZ CURRICULAR 2019

 

A estrutura curricular será seriado anual com tempo de integralização de 4 anos.

Ano

Disciplinas

CH

CH

Total

TOTAL

1º Ano

Literatura infantil – Teatro, cultura e performance

2

72

72

Formas de Comunicação Humana

2

72

72

Metodologia científica

2

72

72

Fundamentos Psicológicos da Educação

2

72

72

Didática - Educação Infantil – Ens. Fund. E médio

2

72

72

Cultura, Sociedade e Meio Ambiente

2

72

72

Tecnologias de Informação e Comunicação na Educação

2

72

72

Trabalho Pedagógico da Educação Infantil

2

72

72

Estágio Supervisionado I*

2

72

72

 

Projeto de Vida

2

72

72

 

Oficina de Psicomotricidade e Brincadeiras*

1

36

36

 

Prática de Estágio Supervisionado–Educação Infantil*

1

36

36

 

TOTAL

 

792

792

 

 

 

 

 

2º Ano

Libras

2

72

72

Trabalho Pedagógico – Ensino Fundamental.

2

72

72

História da Educação

2

72

72

Fundamentos Filosóficos da Educação

2

72

72

Met. de Língua Portuguesa e Arte

2

72

72

Fundamentos Hist. E Pol. da Educação Infantil

2

72

72

Estágio Supervisionado ll

4

144

144

Oficina de Contação de histórias

2

72

72

Prática de Estágio Supervisionado–Ensino Fundamental

2

72

72

TOTAL

 

720

720

 

 

 

 

 

 

Concepções norteadoras da Ed. Especial

2

72

72

3º Ano

Legislação do Ensino e Políticas Públicas

2

72

72

Organização do Trabalho pedagógico I

2

72

72

Psicologia das relações interpessoais e formação humana no espaço escolar

2

72

72

Trabalho Pedagógico no Ensino Médio Normal

2

72

72

Estágio Supervisionado III

2

72

72

O trabalho do pedagogo no espaço escolar

2

72

72

Oficina de aplicação de Prática sobre a profissionalização docente*

2

72

72

Prática de estágio – O papel do pedagogo como cientista da Educação I*

2

72

72

Met. do Ensino da Matemática e da Ed. Física

2

72

72

TOTAL

 

720

720

 

 

 

 

 

4º Ano

Organização do trabalho pedagógico II

2

72

72

Metodologia da Pesquisa

2

72

72

Gestão Escolar

2

72

72

Fund. Hist. e Pol. Da Formação Docente no Brasil

2

72

72

Trabalho Pedagógico no Ensino Profissionalizante

2

72

72

Estágio Supervisionado IV

4

144

144

Oficina de Estágio- O papel do pedagogo como cientista da Educação II – produção do Artigo*

4

144

144

Prática de Estágio – O papel do pedagogo como cientista da Educação II

2

72

72

Metodologia de Geografia e História

2

72

72

 

 

 

 

TOTAL

 

792

792

 

TOTAL GERAL

 

3024

3024

 

 

 

 

Atividades Complementares

 

 

200

TOTAL GERAL

 

 

3224

 

ÁREAS DE ATUAÇÃO DO PROFISSIONAL 

O egresso do curso de Pedagogia poderá atuar como professor na Educação Infantil, nos Anos Iniciais do Ensino Fundamental (1º ao 6º ano),no Ensino Médio, na Educação de Jovens e Adultos (EJA), em Cursos de Formação Docente nível Médio e em Cursos de Educação Profissional na área de serviços e apoio escolar.

Além disso, o pedagogo poderá atuar nas áreas de gestão educacional, coordenação e supervisão pedagógica e na orientação educacional de processos educativos nos diferentes níveis da educação básica e em contextos educativos não-escolares.

 

REGIME DE APROVAÇÃO

A nota é obtida bimestralmente compreendendo provas e trabalhos escritos e de pesquisa, apresentação de seminários e artísticas, mapa conceitual, gráficos, entre outros. A atribuição dos pesos das avaliações é de competência do professor. Para a aprovação o acadêmico deverá obter média 7,0 (sete). Em relação à frequência, a legislação estabelece um mínimo de 75% (setenta e cinco) que deverá ser cumprido pelo acadêmico para fins de aprovação.

Atendida a exigência do mínimo de 75% (setenta e cinco por cento) de frequência às aulas e demais atividades, o(a) acadêmico(a) é considerado aprovado na disciplina quando obtiver média geral anual de aproveitamento igual ou superior a 7,0 (sete inteiros). O(a) acadêmico(a) que obtiver média geral de aproveitamento igual ou maior a 4,0 (quatro inteiros) e menor que 7,0 (sete inteiros), deverá prestar exame final na respectiva disciplina. O(a) acadêmico(a) que tiver prestado exame final, para aprovação, deverá obter, no mínimo, média final igual ou superior a 6,0 (seis inteiros), resultante da média aritmética entre a média geral de aproveitamento da disciplina e o exame.

 

COORDENAÇÃO

Prof. Dra. Eliane Maria Cabral Beck
pedagogia@uespar.edu.br

Link do currículo lattes
http://buscatextual.cnpq.br/buscatextual/visualizacv.do?id=K4774470A0

Portaria de Autorização nº104, publicada no Diário Oficial da União no dia 26 de fevereiro de 2019. Disponível no link: http://pesquisa.in.gov.br/imprensa/jsp/visualiza/index.jsp?data=26/02/2019&jornal=515&pagina=39&totalArquivos=60
Página adequada às normas exigidas pela LEI Nº 13.168, DE 6 DE OUTUBRO DE 2015. 

 


Notícias Relacionadas

 

Ver todas as notícias relacioandas
TOP